Busca por mais eficiência na pecuária marca a etapa de Ji-Paraná (RO) do Circuito Feicorte NFT

Promovido pela primeira vez em Rondônia, evento contou com a participação de 978 pessoas, dentre as quais 75% pecuaristas

Grandes discussões a respeito do uso de tecnologias para tornar a atividade pecuária cada vez mais eficiente e um público bastante interessado em informações e conhecimentos marcaram a etapa de Ji-Paraná (RO) do Circuito Feicorte NFT, realizada nos dias 3 e 4 de outubro, no Parque de Exposições Hermínio Victorelli.imagem_release_116758

Estiveram no evento 978 pessoas de oito estados brasileiros, principalmente Rondônia e Acre. Desse total, 75% dos participantes é pecuarista, que teve acesso a palestras e debates sobre como aumentar a eficiência na produção e comercialização da carne. “Essa etapa do Circuito Feicorte cumpriu muito bem os objetivos do evento, que é levar informação, discussão e tecnologia para onde o produtor está. Rondônia está de parabéns pela acolhida e pelo interesse dos produtores em aprimorar sua produção”, avalia a gerente do Agrocentro, uma das promotoras do Circuito Feicorte NFT, Carla Tuccilio.

Rondônia possui o sétimo rebanho brasileiro, com mais de 12 milhões de cabeças entre bovinos e bubalinos e o estado ocupa a 5ª posição em produção de carne, que é amplamente exportada.

O Circuito Feicorte em Ji-Paraná contou a visita do Governador do Estado de Rondônia, Confúcio Moura, que, além de visitar as 25 empresas presentes na feira de negócios, acompanhou a apresentação da pecuarista rondoniense Carla de Freitas, que contou aos presentes a trajetória de sua família no estado e como conduz com sucesso a Agropecuária Bela Vista, localizada em Chupinguaia (RO), com destaque para a implantação de um sistema de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), que vem proporcionando um expressivo aumento da produção de arrobas por hectare.imagem_release_116745

“Rondônia é um estado que foi construído por gente corajosa e destemida que estabeleceu-se em terra estranha e incorporou sua valentia e audácia a um modelo de desenvolvimento fantástico. Rondônia junto com Mato Grosso são os estados que mais crescem no país. A vinda de um evento como a Feicorte é fundamental para dar continuidade a esse crescimento. É preciso aprender para crescer”, declarou o Governador do Estado.

 

Produzir mais, melhor e com menos recursos

Com uma pecuária que precisa ser cada vez mais produtiva com o uso de menos recursos, a tecnologia é o único caminho para buscar a eficiência. Os palestrantes da etapa de Ji-Paraná do Circuito Feicorte NFT discutiram com os participantes como obter mais produtividade a partir das demandas do consumidor do mercado nacional e internacional, nutrição, genética, sanidade, tipificação de carcaça, pastagens, influência do clima da pecuária, bem-estar animal, sucessão familiar, gestão, dentre outros.

“Nos últimos 10 anos, o custo de produção aumentou mais que os preços pagos aos produtores. Nos próximos 10 anos haverá um crescimento da população de 75 milhões de pessoas a mais por ano. Isso significa 200 mil pessoas a mais por dia, grande parte com melhor poder aquisitivo. Estamos em um bom negócio e no lugar certo, porém, temos desafios como produzir mais o que o mundo quer consumir, produzir melhor de acordo com as exigências do consumidor, com menos recursos, mais eficiência e mais tecnologia”, explicou o coordenador de conteúdo do Circuito Feicorte NFT, Luciano Roppa, na palestra de abertura do evento.imagem_release_116753

Para Luiz Carlos Lyra, o presidente da Associação Rural de Rondônia, parceira da realização do evento, os temas abordados refletem exatamente o que se vive no campo. “Precisamos sempre melhorar e a Associação fica muito grata por ter proporcionado esse evento aos produtores em nossa casa. Quem veio estava em busca de conhecimento, um público bem interessado. Esperamos que levem esses conhecimentos para suas fazendas”, afirmou o presidente, que destacou a importância de ter sido abordado o tema da sucessão familiar como parte da programação.

Apresentado pelo consultor internacional Francisco Vila, o tema chamou bastante a atenção dos produtores presentes. “É importante esclarecer que sucessão não é herança; é desenvolver o que foi deixado por nossos antecessores e assegurar para as próximas gerações. Preservar, mas desenvolver o negócio familiar, consolidando o patrimônio, assegurando o sustento para todos os familiares e perpetuando o legado. Sucessão constrói; herança divide”, alertou Vila em sua palestra.

De acordo com o secretário adjunto da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Social (SEDES) e Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Regularização Fundiária (Seagri), Adilson Julio Pereira, o resultado do evento superou as expectativas. “Valeu a pena em todos os sentidos. Era algo novo e o resultado foi o melhor possível. Do ponto de vista técnico atendeu às expectativas de proporcionar conhecimentos e mostrou as potencialidades do Estado de Rondônia. Agora é fazer o dever de casa para melhorar ainda mais a nossa agropecuária, segmento forte que impacta de forma positiva na economia”, disse ao final do evento.

A etapa de Ji Paraná do Circuito Feicorte teve o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Social e da Associação Rural de Rondônia (ARR). Participaram do evento as empresas Nutron, Marfrig Group, MSD Saúde Animal, Banco Original, Dow AgroSciences, Minerva Foods, Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), Vétoquinol-FAGRA, Ouro Fino Agronegócio, Bellman Nutrição Animal, ArystaLifeSciense, Boa Safra, Philbro, CRI Genética, Rocha Irrigações, ABS Pecplan, Real H Nutrição e Saúde Animal, Taura, BML, Casale, Alltech, CRV Lagoa, BimedaMogivet e Beckhauser.

Sobre o Circuito Feicorte NFT

O Circuito Feicorte NFT é uma iniciativa do Agrocentro (que promove a Feicorte – Feira Internacional da Cadeia Produtiva da Carne – em São Paulo há 19 anos) e a Nutrition for Tomorrow Alliance (aliança de marketing cooperativado formada por empresas da cadeia de proteína animal).

O evento vem percorrendo desde 2012 alguns dos principais polos de pecuária pelo Brasil. As três primeiras etapas realizadas em 2013 – Cuiabá (MT) em março, Palmas (TO) em maio e Campo Grande (MS) em julho – reuniram quase 4 mil participantes. Depois de Ji Paraná, a última etapa dessa edição do evento será em Paragominas (PA).

Na primeira edição do Circuito Feicorte NFT em 2012 foram promovidas quatro etapas regionais (MT, BA, GO e MS), com a participação de 4 mil pessoas, representando mais de 17 milhões de cabeças de gado.

Mais informações: www.agrocentro.com.br/circuitofeicorte

Facebook: http://www.facebook.com/agrocentro.feiras

Governador de Rondônia participará, amanhã, da Etapa de Ji-Paraná do Circuito Feicorte NFT

O Governador Confúcio Moura participara da palestra da pecuarista de Rondônia, Carla de Freitas, que será realizada às 14h no Parque de Exposições Hermínio Victorelli, em Ji-Paraná. A apresentação da pecuarista faz parte do Circuito Feicorte NFT, evento que vem percorrendo as principais capitais pecuárias do Brasil para levar informação, discussão e tecnologia para o setor e está sendo realizada no município entre hoje e amanhã.

A apresentação da pecuarista Carla de Freitas, que administra a Agropecuária Bela Vista, na região de Chupinguaia (RO), abordará o potencial e as oportunidades que Rondônia possui para o desenvolvimento da pecuária no estado. Atualmente Rondônia conta com um rebanho de mais de 12 milhões de cabeças e ocupa o 7º lugar no ranking dos maiores rebanhos do País e o 2º lugar no ranking da região Norte.

A etapa de Ji-Paraná do Circuito Feicorte NFT conta com o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Social e da Associação Rural de Rondônia (ARR). Os patrocinadores Master são as empresas Nutron, Marfrig Group, MSD Saúde Animal, Banco Original e Dow AgroSciences. Tem como patrocinadores Gold Minerva Foods, Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), Vétoquinol-FAGRA, Ouro Fino Agronegócio, Bellman Nutrição Animal, ArystaLifeSciense e Boa Safra. Os patrocinadores Silver são Philbro, CRI Genética, Rocha Irrigações, ABS Pecplan, Real H Nutrição e Saúde Animal, Taura, BML, Casale, Alltech, CRV Lagoa, BimedaMogivet e Beckhauser.

Sobre o Circuito Feicorte NFT

O Circuito Feicorte NFT é uma iniciativa do Agrocentro (que promove a Feicorte – Feira Internacional da Cadeia Produtiva da Carne – em São Paulo há 19 anos) e a Nutrition for Tomorrow Alliance (aliança de marketing cooperativado formada por empresas da cadeia de proteína animal).

As três primeiras etapas realizadas em 2013 – Cuiabá (MT) em março, Palmas (TO) em maio e Campo Grande (MS) em julho – reuniram quase 4 mil participantes. Depois de Ji Paraná, a última etapa dessa edição do evento será em Paragominas (PA).

Na primeira edição do Circuito Feicorte NFT em 2012 foram promovidas quatro etapas regionais (MT, BA, GO e MS), com a participação de 4 mil pessoas, representando mais de 17 milhões de cabeças de gado.


Informações para a imprensa

Attuale Comunicação – (11) 4022-6824

Rodrigo Tomba – 11 99954 1884 – rodrigo@attualecomunicacao.com.br
Mariele Previdi – 11 99954 4626 – mariele@attualecomunicacao.com.br
Felipe Boni – 11 97282 1108 – felipe@attualecomunicacao.com.br

Começa dia 03/10 em Ji-Paraná (RO) o Circuito Feicorte NFT

Nos dias 3 e 4 de outubro, o Parque de Exposições Hermínio Victorelli, em Ji Paraná (RO) recebe uma etapa do Circuito Feicorte NFT, evento que vem percorrendo alguns dos principais polos de pecuária no Brasil para levar informação e tecnologia para os pecuaristas.

É a primeira vez que o evento é realizado em Rondônia, estado que conta com um rebanho de mais de 12 milhões de cabeças entre bovinos e bubalinos e que tem a pecuária como uma das principais atividades econômicas.

Em dois dias de workshops importantes especialistas brasileiros discutirão o tema “Eficiência na produção e comercialização da carne” sob diversas óticas: nutrição, genética, sanidade, mercados nacional e internacional, demandas de consumo, tipificação de carcaça, pastagens, influência do clima da pecuária, bem-estar animal, gestão, dentre outros.

“O objetivo do Circuito Feicorte é levar informação, tecnologia e discussão para mais perto do produtor, onde efetivamente ele está. A pecuária em Rondônia possui uma importante representatividade e certamente poderá crescer mais com investimentos em tecnologias para buscar mais eficiência”, afirma a gerente do Agrocentro, uma das realizadoras do Circuito Feicorte, Carla Tuccilio.

Além das palestras, o Circuito Feicorte conta com uma feira de negócios com cerca de 25 empresas de referência em diversos segmentos da pecuária: frigoríficos, saúde, nutrição, pastagens, instituição financeira, associação de classe, rastreabilidade, software, irrigação, equipamentos e cercas.

“A bovinocultura de corte deve passar por grandes transformações nos próximos 10 anos. É preciso produzir mais diante do crescimento da população e do poder aquisitivo, melhor com segurança alimentar, bem-estar animal e sustentabilidade, com menos recursos, mais eficiência e tecnologia. A avicultura e a suinocultura estão mais avançados em relação à eficiência e há um grande espaço na pecuária na busca por uma rentabilidade melhor com margens condizentes, o que se traduz principalmente no aumento do número de animais criados por hectare. Considerando que mais de 50% das pastagens brasileiras estão degradadas, para que seja possível aumentar a taxa de lotação para obter mais eficiência na atividade, o uso da tecnologia é fundamental”, ressalta o coordenador de conteúdo do Circuito Feicorte, Luciano Roppa.

A etapa de Ji Paraná do Circuito Feicorte conta com o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Social e da Associação Rural de Rondônia (ARR). Os patrocinadores Master são as empresas Nutron, Marfrig Group, MSD Saúde Animal, Banco Original e Dow AgroSciences. Tem como patrocinadores Gold Minerva Foods, Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), Vétoquinol-FAGRA, Ouro Fino Agronegócio, Bellman Nutrição Animal, ArystaLifeSciense e Boa Safra. Os patrocinadores Silver são Philbro, CRI Genética, Rocha Irrigações, ABS Pecplan, Real H Nutrição e Saúde Animal, Taura, BML, Casale, Alltech, CRV Lagoa, BimedaMogivet e Beckhauser.

Sobre o Circuito Feicorte NFT

O Circuito Feicorte NFT é uma iniciativa do Agrocentro (que promove a Feicorte – Feira Internacional da Cadeia Produtiva da Carne – em São Paulo há 19 anos) e a Nutrition for Tomorrow Alliance (aliança de marketing cooperativado formada por empresas da cadeia de proteína animal).

O evento vem percorrendo desde 2012 alguns dos principais polos de pecuária pelo Brasil. As três primeiras etapas realizadas em 2013 – Cuiabá (MT) em março, Palmas (TO) em maio e Campo Grande (MS) em julho – reuniram quase 4 mil participantes. Depois de Ji Paraná, a última etapa dessa edição do evento será em Paragominas (PA).

Na primeira edição do Circuito Feicorte NFT em 2012 foram promovidas quatro etapas regionais (MT, BA, GO e MS), com a participação de 4 mil pessoas, representando mais de 17 milhões de cabeças de gado.

Mais informações e a programação completa podem ser consultados em www.agrocentro.com.br/circuitofeicorte

Facebook: http://www.facebook.com/agrocentro.feiras

Informações para a imprensa
Attuale Comunicação – (11) 4022-6824

Rodrigo Tomba – 11 99954 1884 – rodrigo@attualecomunicacao.com.br
Mariele Previdi – 11 99954 4626 – mariele@attualecomunicacao.com.br
Felipe Boni – 11 97282 1108 – felipe@attualecomunicacao.com.br

Etapa Ji-Paraná do Circuito Feicorte NFT promove palestra sobre “Sucessão familiar na Agropecuária”

Ji-Paraná (RO) recebe nos dias 3 e 4 de outubro, no Parque de Exposições Hermínio Victorelli, a 4ª Etapa do Circuito Feicorte NFT, evento que tem percorrido as principais capitais pecuárias do Brasil para levar informação, discussão e tecnologia a fim de aprimorar a eficiência na produção e comercialização da carne.

Nesta etapa, dentro da programação dos workshops, uma das novidades é a palestra do consultor Francisco Vila sobre “Sucessão Familiar – Estratégia para a sustentabilidade no negócio agropecuário”, um tema relevante para Rondônia que possui grande parte da pecuária do estado composta por pequenos produtores. O tema será ministrado no segundo dia do evento, dia 4 de outubro, às 10h40, e abordará aspectos humanos, jurídicos, mercadológicos e patrimoniais do processo de sucessão familiar.

A sucessão rural é uma tarefa inevitável, mas o processo sucessório pode ser preparado com calma, inteligência e participação, otimizando o negócio e suavizando os conflitos entre as gerações e entre os herdeiros. “Sucessão é um assunto obrigatório e não facultativo. Podemos decidir não tecnificar, ampliar ou diversificar nossa produção rural, no entanto, não podemos ‘fugir’ da tarefa de passar o bastão à próxima geração. Quanto maior for o prazo de preparação, mais suave será a mudança do presente para o futuro. Isto vale tanto para a evolução da família quanto para a trajetória do negócio”, explica o consultor.

Ainda segundo Vila, a sucessão demanda uma atuação simultânea em três frentes, de prever as mudanças estruturais no âmbito da família, do negócio rural e da evolução do patrimônio. “O desafio está na sincronização dessas três óticas que apresentam características, dinâmicas e prioridades distintas. Todo o processo começa com a conscientização sobre a necessidade de agir e sobre a natureza multifacetada da sucessão”.

O palestrante Francisco Vila é formado em Economia (Alemanha) e Gestão (EUA). Atua como consultor internacional de governos e empresas em diversos países, além de pesquisador e comentarista de temas ligados à agropecuária brasileira e membro de diversas associações e conselhos.

Além das palestras, o Circuito Feicorte terá uma feira de negócios com cerca de 30 empresas de referência em diversos segmentos da pecuária: frigoríficos, saúde, nutrição, pastagens, instituição financeira, associação de classe, rastreabilidade, software, irrigação, equipamentos e cercas.

As inscrições para a Etapa Ji-Paraná do Circuito Feicorte podem ser feitas pelo site www.agrocentro.com.br/circuitofeicorte/. A programação completa também está disponível no mesmo endereço. O valor do investimento é de R$ 200,00 para profissionais e R$ 100,00 para estudantes.

A etapa de Ji-Paraná do Circuito Feicorte NFT conta com o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Social e da Associação Rural de Rondônia (ARR). Os patrocinadores Master são as empresas Nutron, Marfrig Group, MSD Saúde Animal, Banco Original e Dow AgroSciences. Tem como patrocinadores Gold Minerva Foods, Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), Vétoquinol-FAGRA, Ouro Fino Agronegócio, Bellman Nutrição Animal, ArystaLifeSciense e Boa Safra. Os patrocinadores Silver são Philbro, CRI Genética, Rocha Irrigações, ABS Pecplan, Real H Nutrição e Saúde Animal, Taura, BML, Casale, Alltech, CRV Lagoa, BimedaMogivet e Beckhauser.

Sobre o Circuito Feicorte NFT

O Circuito Feicorte NFT é uma iniciativa do Agrocentro (que promove a Feicorte – Feira Internacional da Cadeia Produtiva da Carne – em São Paulo há 19 anos) e a Nutrition for Tomorrow Alliance (aliança de marketing cooperativado formada por empresas da cadeia de proteína animal).

As três primeiras etapas realizadas em 2013 – Cuiabá (MT) em março, Palmas (TO) em maio e Campo Grande (MS) em julho – reuniram quase 4 mil participantes. Depois de Ji-Paraná, a última etapa dessa edição do evento será em Paragominas (PA).

Na primeira edição do Circuito Feicorte NFT em 2012 foram promovidas quatro etapas regionais (MT, BA, GO e MS), com a participação de 4 mil pessoas, representando mais de 17 milhões de cabeças de gado.

 

Mais informações: www.agrocentro.com.br/circuitofeicorte

Facebook: http://www.facebook.com/agrocentro.feiras

 

Informações para a imprensa
Attuale Comunicação – (11) 4022-6824

Rodrigo Tomba – 11 99954 1884 – rodrigo@attualecomunicacao.com.br
Mariele Previdi – 11 99954 4626 – mariele@attualecomunicacao.com.br
Felipe Boni – 11 97282 1108 – felipe@attualecomunicacao.com.br

 

Ji Paraná, em Rondônia, será a próxima cidade a receber o Circuito Feicorte NFT nos dias 3 e 4 de outubro

Rondônia é o próximo estado a receber uma etapa do Circuito Feicorte NFT, evento que vem percorrendo algumas das principais praças pecuárias do Brasil para levar informação, discussão e tecnologia a fim de aprimorar a eficiência na produção e comercialização da carne, tema desta edição.

A etapa de Rondônia será realizada nos dias 3 e 4 de outubro, no Parque de Exposições Hermínio Victorelli, em Ji Paraná. Em dois dias de workshop, a eficiência será discutida sob diversas óticas: nutrição, genética, gestão, mercado, influência do clima da pecuária, pastagens, bem-estar animal, tipificação de carcaça, dentre outros. Com um rebanho de mais de 12 milhões de cabeças entre bovinos e bubalinos, a pecuária está entre as principais atividades econômicas de Rondônia.

Além das palestras, o Circuito Feicorte conta com uma feira de negócios com cerca de 25 empresas de referência em diversos segmentos da pecuária: frigoríficos, saúde, nutrição, pastagens, instituição financeira, associação de classe, rastreabilidade, software, irrigação, equipamentos e cercas.

“O objetivo do Circuito Feicorte é levar informação, tecnologia e discussão para mais perto do produtor, onde efetivamente ele está. A pecuária em Rondônia possui uma importante representatividade e certamente poderá crescer mais com investimentos em tecnologias para buscar mais eficiência”, afirma a gerente do Agrocentro, uma das realizadoras do Circuito Feicorte, Carla Tuccilio.

“Além de participar das discussões promovidas no workshop, o produtor conta com a oportunidade de ter acesso à tecnologia existente a partir do que é oferecido pelas empresas que estão na feira de negócios. Com isso, ele pode buscar a eficiência com conhecimento e prática”, reforça o gestor da NFT Alliance, Alessandro Roppa, que promove com o Agrocentro o Circuito Feicorte.

O evento vem percorrendo desde 2012 alguns dos principais polos de pecuária pelo Brasil. Este ano já passou por Cuiabá (MT), Palmas (TO), Campo Grande (MS) com a participação de 4 mil pessoas e depois de Ji Paraná segue para Paragominas (PA).

 

Novidades na programação

A etapa de Ji Paraná do Circuito Feicorte terá a participação de novos palestrantes, que ainda não estiveram nas edições anteriores.

Dentro da programação do workshop, uma das novidades é a palestra do consultor Francisco Vila sobre sucessão familiar – Estratégia para a sustentabilidade do negócio agropecuário, um tema de grande importância já que grande parte da pecuária de Rondônia é composta por pequenos produtores.

A eficiência produtiva e econômica na produção das pastagens para bovinos de corte será abordada pelo professor da Esalq/USP Moacyr Corsi. Rondônia conta com 5,5 milhões de hectares em área de pastagens, dentre os quais 75% com problemas de degradação, segundo a Embrapa. “A pecuária pode ser tão ou mais rentável que a agricultura se for explorada no mesmo nível tecnológico. Conceitos distorcidos sobre a exploração pecuária não permitem progressos econômicos dessa atividade, favorecendo especulações oportunistas. É preciso ter consciência de que intensificar o processo de produção não se resume em aumentar a produção de forragem para pastejo. Assim, não é o recurso econômico do pecuarista que o impede de progredir, mas, sim, a falta de discussões objetivas que o limitam a vencer paradigmas negativos à exploração intensiva e econômica da pecuária”, avalia Corsi a respeito do tema que abordará em Ji Paraná.

Na programação, a influência do clima na pecuária será apresentada pelo engenheiro agrônomo Tadeu Ruzza Barretto, gerente de vendas para MT e RO do Banco Original; o “Custo da Desinformação Tecnológica: foco recria e engorda” pelo médico veterinário Marcelo Manela; e “Bases nutricionais para a produção de carne bovina a pasto” pelo zootecnista Aloizio Lopes, dentre outros palestrantes.

Em genética, o zootecnista Cristiano Ribeiro tratará da importância de touros provados na Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) e Alexandre Zadra falará da cria planejada – cruzamento dirigido para melhorar a qualidade das matrizes zebuínas no rebanho rondoniense.

A importância da tipificação de carcaça na valorização e no aumento do consumo da carne será o tema abordado por Moacyr Serodio para mostrar a importância da padronização para acabar com a incerteza do consumidor em não encontrar sempre carne com a mesma qualidade.

A etapa de Ji Paraná do Circuito Feicorte NFT conta com o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Social e da Associação Rural de Rondônia (ARR). Os patrocinadores Master são as empresas Nutron, Marfrig Group, MSD Saúde Animal, Banco Original e Dow AgroSciences. Tem como patrocinadores Gold Minerva Foods, Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), Vétoquinol-FAGRA, Ouro Fino Agronegócio, Bellman Nutrição Animal, ArystaLifeSciense e Boa Safra. Os patrocinadores Silver são Philbro, CRI Genética, Rocha Irrigações, ABS Pecplan, Real H Nutrição e Saúde Animal, Taura, BML, Casale, Alltech, CRV Lagoa, BimedaMogivet e Beckhauser.

 

Sobre o Circuito Feicorte NFT

O Circuito Feicorte NFT é uma iniciativa do Agrocentro (que promove a Feicorte – Feira Internacional da Cadeia Produtiva da Carne – em São Paulo há 19 anos) e a Nutrition for Tomorrow Alliance (aliança de marketing cooperativado formada por empresas da cadeia de proteína animal).

As três primeiras etapas realizadas em 2013 – Cuiabá (MT) em março, Palmas (TO) em maio e Campo Grande (MS) em julho – reuniram quase 4 mil participantes. Depois de Ji Paraná, a última etapa dessa edição do evento será em Paragominas (PA).

Na primeira edição do Circuito Feicorte NFT em 2012 foram promovidas quatro etapas regionais (MT, BA, GO e MS), com a participação de 4 mil pessoas, representando mais de 17 milhões de cabeças de gado.

Mais informações: www.agrocentro.com.br/circuitofeicorte

Facebook: http://www.facebook.com/agrocentro.feiras

 

Programação etapa de Ji Paraná (RO) – Circuito Feicorte NFT 2013

3 de outubro de 2013 (quinta-feira)

Horário

Tema

Palestrante

9h – 10h Welcome coffee e visita aos estandes
10h – 10h40 Panorama Mundial da produção de carne bovina Luciano Roppa
10h40 – 11h20 Influência do clima na pecuária Tadeu Ruzza
11h20 – 12h10 Sucessão   familiar – Estratégia para a sustentabilidade do negócio agropecuário Francisco Vila
12h10 – 12h40 Debate com os palestrantes
12h40 – 14h Almoço
14h – 14h40 Custo da   desinformação tecnológica: foco recria e engorda Marcelo Manela
14h40 – 15h20 Bases nutricionais para a produção de   carne bovina a pasto Aloizio Lopes
15h20 – 16h Intervalo
16h – 16h40 A importância de touros provados na IATF Cristiano Ribeiro
16h40 – 17h20 Eficiência Produtiva e Econômica na   Produção das Pastagens para Bovinos de Corte Moacyr Corsi
17h20 – 18h Debate com os palestrantes
   18h –   20h Visita aos estandes

 

4 de outubro (sexta-feira)

Horário

Tema

Palestrante

9h – 10h A cria planejada – cruzamento dirigido Alexandre Zadra
10h – 10h40 Produção de carne de qualidade sob a visão da  indústria Palestrante Marfrig
10h40 – 11h20 Beta-agonista: Tecnologia que envolve melhoria no   desempenho animal de forma sustentável em confinamento. Rodrigo S. Goulart
11h20 – 12h Debate com os palestrantes
12h – 14h Almoço
14h – 14h40 Bem-estar e ética na produção de bovinos de corte Mateus Paranhos
14h40 – 15h20 A importância   da tipificação de carcaça na valorização e no aumento do consumo da carne Moacyr Seródio
15h20 – 16h Carne Bovina: Mitos e Verdades Ocimar Vilela
16h – 16h40 Debate

Informações para a imprensa
Attuale Comunicação – (11) 4022-6824

Rodrigo Tomba – 11 99954 1884 – rodrigo@attualecomunicacao.com.br
Mariele Previdi – 11 99954 4626 – mariele@attualecomunicacao.com.br
Felipe Boni – 11 97282 1108 – felipe@attualecomunicacao.com.br

Circuito Feicorte em Rondônia discutirá eficiência na produção e comercialização da carne bovina

A busca por maior eficiência na produção e comercialização da carne bovina será o tema central do Circuito Feicorte NFT, que será realizado pela primeira vez no estado de Rondônia, nos dias 3 de 4 de outubro, no Parque de Exposições Hermínio Victorelli, em Ji logo_circuito_feicorteParaná. Em dois dias de workshop importantes especialistas brasileiros discutirão o tema sob diversas óticas: nutrição, genética, mercado nacional e internacional, influência do clima da pecuária, pastagens, bem-estar animal, dentre outros. Com um rebanho de mais de 12 milhões de cabeças entre bovinos e bubalinos, a pecuária está entre as principais atividades econômicas de Rondônia.

“O objetivo do Circuito Feicorte é levar informação, tecnologia e discussão para mais perto do produtor, onde efetivamente ele está. A pecuária em Rondônia possui uma importante representatividade e certamente poderá crescer mais com investimentos em tecnologias para buscar mais eficiência”, afirma a gerente do Agrocentro, uma das realizadoras do Circuito Feicorte, Carla Tuccilio.

O evento vem percorrendo desde 2012 alguns dos principais polos de pecuária pelo Brasil. Este ano já passou por Cuiabá (MT), Palmas (TO), Campo Grande (MS) e depois de Ji Paraná segue para Paragominas (PA). Além das palestras, o Circuito Feicorte conta com uma feira de negócios com cerca de 25 empresas de referência em diversos segmentos da pecuária: frigoríficos, saúde, nutrição, pastagens, instituição financeira, associação de classe, rastreabilidade, software, irrigação, equipamentos e cercas.

“A bovinocultura de corte deve passar por grandes transformações nos próximos 10 anos. É preciso produzir mais diante do crescimento da população e do poder aquisitivo, melhor com segurança alimentar, bem-estar animal e sustentabilidade, com menos recursos, mais eficiência e tecnologia. A avicultura e a suinocultura estão mais avançados em relação à eficiência e há um grande espaço na pecuária na busca por uma rentabilidade melhor com margens condizentes, o que se traduz principalmente no aumento do número de animais criados por hectare. Considerando que mais de 50% das pastagens brasileiras estão degradadas, para que seja possível aumentar a taxa de lotação para obter mais eficiência na atividade, o uso da tecnologia é fundamental”, ressalta o coordenador de conteúdo do Circuito Feicorte, Luciano Roppa.

A etapa de Ji Paraná do Circuito Feicorte conta com o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Social e da Associação Rural de Rondônia (ARR). Os patrocinadores Master são as empresas Nutron, Marfrig Group, MSD Saúde Animal, Banco Original e Dow AgroSciences. Tem como patrocinadores Gold Minerva Foods, Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), Vétoquinol-FAGRA, Ouro Fino Agronegócio, Bellman Nutrição Animal, ArystaLifeSciense e Boa Safra. Os patrocinadores Silver são Philbro, CRI Genética, Rocha Irrigações, ABS Pecplan, Real H Nutrição e Saúde Animal, Taura, BML, Casale, Alltech, CRV Lagoa, BimedaMogivet e Beckhauser.

 

Sobre o Circuito Feicorte NFT

O Circuito Feicorte NFT é uma iniciativa do Agrocentro (que promove a Feicorte – Feira Internacional da Cadeia Produtiva da Carne – em São Paulo há 19 anos) e a Nutrition for Tomorrow Alliance (aliança de marketing cooperativado formada por empresas da cadeia de proteína animal).

As três primeiras etapas realizadas em 2013 – Cuiabá (MT) em março, Palmas (TO) em maio e Campo Grande (MS) em julho – reuniram quase 4 mil participantes. Depois de Ji Paraná, a última etapa dessa edição do evento será em Paragominas (PA).

Na primeira edição do Circuito Feicorte NFT em 2012 foram promovidas quatro etapas regionais (MT, BA, GO e MS), com a participação de 4 mil pessoas, representando mais de 17 milhões de cabeças de gado.

 

Mais informações: www.agrocentro.com.br/circuitofeicorte

Facebook: http://www.facebook.com/agrocentro.feiras

 

 

Informações para a imprensa
Attuale Comunicação – (11) 4022-6824

Rodrigo Tomba – 11 99954 1884 – rodrigo@attualecomunicacao.com.br
Mariele Previdi – 11 99954 4626 – mariele@attualecomunicacao.com.br
Felipe Boni – 11 97282 1108 – felipe@attualecomunicacao.com.br

PRESTAÇÃO DE CONTAS DA 34ª EXPOJIPA 2013

A diretoria da Associação Rural de Rondônia (ARR) apresentou nesta quinta-feira 22/08 a prestação de contas da 34ª EXPOJIPA 2013.

A planilha de contas (Receitas/Despesas) foi mostrada aos sócios presentes durante a Assembleia Geral Ordinária que aconteceu no parque de exposições, Hermínio Victorelli, mais precisamente no auditório da entidade.

No total foram arrecadados R$ 2.906.787,20, enquanto que as despesas somaram R$ 2.373.150,03 com saldo liquido de R$ 533.637,17. O resultado poderia ter sido bem melhor, caso a atual diretoria não tivesse contas de diretorias anteriores a pagar.

Um dos pontos importantes da Expojipa 2013, segundo o presidente da ARR, Carlos foi o recurso, proporcionados as entidades assistenciais de Ji-Paraná que ultrapassou os R$ 200 mil.

De acordo com o segundo tesoureiro da Associação Rural de Rondônia/ARR a Expojipa/2014 já tem data definida, será entre sos dias 5 e 13 de julho. Ele assegurou que a entidade já começou preparar a grande festa country que completará 35 anos de tradição.

CONFIRA  ABAIXO, A PRESTAÇÃO DE CONTAS:

Resumo Geral Expojipa 2013

Associação Rural de Rondônia    Exercício 2013

RELAÇÃO RECEITAS 2013
DESCRIÇÃO     ENTRADA
Anuidade     195.775,00
Ação Amigos da Arr     25.148,00
Bilheteria / Estacionamento     122.585,00
Comissão de Leilão / Estadia Curral      16.891,20
Locação     486.050,00
Mídia     124.450,00
Passaportes     1.549.688,00
Patrocínio     386.200,00
TOTAL     2.906.787,20

RELAÇÃO DE DESPESAS 2013
DESCRIÇÃO     VALOR
Banheiros e Tendas     27.300,00
Bilheteria / Estacionamento     58.841,20
Combustível     9.235,20
Despesas com Alimentação     27.001,21
Despesas Diversas     22.837,35
Dívida Gestão Anterior 1     113.514,80
Dívida Gestão Anterior 2      121.555,00
Diárias     12.435,00
Divulgação / Mídia     122.246,74
Empréstimos     39.901,93
Energia / Telefone / Internet     78.805,73
Gráfica / Impressos      59.530,58
Materiais Expediente e Despesa Administrativa     12.001,49
Materiais para Contrução     35.197,93
Manutenção     29.350,00
Prêmios     194.097,00
Prestação de Serviço     163.999,00
Rodeio     391.089,10
Salários     32.523,44
Segurança     51.518,00
Show     613.406,04
Sonorização     22.880,00
Taxas / Encargos      133.883,29
TOTAL     2.373.150,03

RECEITA     2.906.787,20
DESPESAS     2.373.150,03
TOTAL     533.637,17

INVESTIMENTOS
Mão-de-Obra     38.880,00
Material de Construção     179.250,02
Repasse Arena     215.889,50
Total de Investimentos     434.019,52

SALDO FINAL
RECEITA                               2.906.787,20
DESPESA                               2.373.150,03
Saldo Total                         533.637,17

Lançamento do Circuito Feicorte NFT em Ji-Paraná reúne autoridades e pecuaristas

O lançamento do Circuito Feicorte NFT em Ji-Paraná, realizado na sexta-feira (12/07), durante a 34ª Expojipa reuniu autoridades e representantes do setor pecuário imagem_release_84615interessados na realização do evento pela primeira vez em Rondônia,nos dias 3 e 4 de outubro.

“É um orgulho para Rondônia receber um evento desse porte, ainda mais em nossa cidade e em no ssa casa”, declarou o presidente da Associação Rural de Rondônia (ARR), Carlos Lyra, ao dar as boas-vindas como anfitrião da casa.

A gerente do Agrocentro, realizadora do Circuito Feicorte, Carla Tuccilio apresentou o conceito do evento, que vem percorrendo desde 2012 alguns dos principais polos de pecuária pelo Brasil. O evento engloba um workshop com importantes especialistas que imagem_release_84618discutirão este ano a eficiência na produção e comercialização da carne, e uma feira de negócios com quase 30 empresas referências nos principais segmentos da pecuária. “Queremos levar tecnologia, informação e discussão para mais perto do produtor, seja de pequeno, médio ou grande porte, e Rondônia não poderia ficar de fora, pois vem apresentando um grande crescimento na pecuária, mas com potencial de crescer ainda mais em produtividade”, destacou Tuccilio, que chamou o empresário Gilberto Borgio para contar ao público como surgiu a ideia de trazer o evento para o estado.imagem_release_84620

Borgio, que é proprietário da Boa Safra Produtos Agropecuários e presidente do Sistema Credisis e da Ji Cred (Cooperativa de Crédito Rural de Ji-Paraná), foi o grande incentivador da inclusão de Rondônia no calendário do Circuito Feicorte NFT. “O evento discute assuntos muito interessantes, que são fundamentais para fortalecer a atividade. Acredito muito no potencial de Rondônia, com um rebanho de 12 milhões de cabeças de gado, e me comprometi no imagem_release_84623lançamento nacional do Circuito Feicorte em fazer de Ji-Paraná a melhor etapa do evento no Brasil”, afirmou.

O prefeito do município Jesualdo Pires destacou a vocação de Ji-Paraná como sede de grandes acontecimentos econômicos do estado de Rondônia por sua localização geográfica estratégica e comentou a importância do tema que será discutido no Circuito Feicorte. “Eficiência é importante, mas a comercialização é fundamental. Avalio que discutir esse tema com os produtores será uma grande contribuição para a atividade”, opinou.imagem_release_84628

O Secretário-adjunto do Desenvolvimento Econômico e Social do Estado (Sedes), Adilson Júlio Pereira reforçou o apoio do Governo do Estado para a realização do evento. “Rondônia vem apresentando um grande desenvolvimento, com muitas obras e oportunidades. Um evento do porte do da Feicorte contribui muito para isso”, disse.

O apoio foi ressaltado pelo Governador em exercício do Estado de Rondônia, Airton imagem_release_84631Gurgacz, que deu um panorama da pecuária: além de um rebanho de 12 milhões de cabeças de gado, o estado exporta carne para mais de 20 países, conta com 19 frigoríficos e 10 indústrias de sal mineral. “A pecuária gera renda para todo o estado e precisamos de tecnologia para competir neste mundo globalizado”, afirmou o Governador.

Sobre o Circuito Feicorte NFT

O Circuito Feicorte NFT é uma iniciativa do Agrocentro (que promove a Feicorte – Feira Internacional da Cadeia Produtiva da Carne – em São Paulo há 19 anos) e a Nutrition for Tomorrow Alliance (aliança de marketing cooperativado formada por empresas da cadeia de proteína animal).imagem_release_84633

Em 2013, o evento passou por Cuiabá (MT) em março, com 1.500 participantes, Palmas (TO) em maio com 1.170 pessoas. A próxima etapa será Campo Grande, em 30 e 31 de julho, seguida por Ji-Paraná (RO) nos dias 3 e 4 de outubro e Paragominas (PA) em 7 e 8 de novembro.

Na primeira edição do Circuito Feicorte NFT em 2012 foram promovidas quatro etapas imagem_release_84635regionais (MT, BA, GO e MS), com a participação de 4 mil pessoas, representando mais de 17 milhões de cabeças de gado.

Mais informações: www.agrocentro.com.br/circuitofeicorte

Facebook: http://www.facebook.com/agrocentro.feiras

 

DETRAN na 34ª EXPOJIPA o espaço educativo superou expectativa

Instalado ao lado do antigo palco da extinta Arena de Rodeios, o Espaço Educativo do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RO) na 34ª Expojipa da Associação Rural de Rondônia (ARR), superou todas as expectativas da equipe organizadora. A informação foi prestada nesta segunda-feira (15) pelo chefe da 3ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Ji-Paraná, Adilson dos Santos Nascimento.DSC06386

A equipe formada por servidores da Ciretran, Posto Avançado e outros setores do órgão de Ji-Paraná, conseguiu montar um stand atrativo não somente para crianças, jovens e adolescentes, mais também para famílias em geral. No local foram montadas quatro espaços como sala de visitas, palestras, comissão de leilões, central de informações ao público, área de jogos educativos e uma pista de trânsito instrutiva.

Durante as nove noites de atendimentos o público visitante ao Espaço Educativo do Detran/RO na feira agropecuária, superou todas as expectativas calculado em aproximadamente 25 mil pessoas. “Todas as noites registrando o espaço tomado pelo público, especialmente, de crianças e adolescentes acompanhados de seus pais e/ou responsáveis. Aqui eles receberam orientações educativas como palestras, atividades diversas e a sensação de estar dirigindo um veículo na nossa pista instrutiva.” declarou Adilson dos Santos.

O vice-governador e diretor geral do Detran/RO, Airton Pedro Gurgacz (PDT), disse ter ficado satisfeito com o resultado da presença do órgão na maior feira agropecuária do norte brasileiro, a Expojipa. Para ele, o objetivo de criar multiplicadores para um Trânsito mais Seguro, foi amplamente conseguido. “Sabemos que jamais vamos conseguir chegar ao índice zero de acidentes e mortes no trânsito, mais quanto maior o número de pessoas conscientizadas sobre a importância de um trânsito mais humano, melhor para todos”, declarou.DSC07740

Ele concluiu parabenizando todos os servidores que incansavelmente, trabalharam durante as nove noites, e também aos parceiros dessa iniciativa. O Espaço Educativo do Detran/RO na Expojipa/2013, também contou com a participação da Divisão Regional de Educação de Trânsito (DRET Ji-Paraná) Coordendoria de Educação de Trânsito (CET), servidores e do projeto EPA (Ei, Pare, Atenção!). Na última noite, domingo, duas bicicletas e dezenas de brindes foram sorteadas entre as crianças participantes das atividades.